quarta-feira, 4 de dezembro de 2013

Amor



Falar do amor é fácil... Difícil é saber se o que você sente realmente é amor, ou apenas uma ideia do seu mundo imaginário.
Você diz que ama, mas não se compadece a perdoar.
O amor é perdão!
O amor é paciência!...

O amor é respeito!
O amor é compreensão!
O amor é companheirismo!
O amor é tolerância!
O amor é paz!
Enfim... Você fala do amor, como se ele estivesse no seu coração, mas você não usa os dons que o amor tem:
O perdão
A paciência
O respeito
A compreensão
O companheirismo
A tolerância
A paz...
Então o que você sente realmente não é o amor.
Quem sente o amor, usa os dons do amor.
O que você sente realmente, é apenas uma ideia do amor, nesse seu mundo imaginário.
Porque quem sente realmente o amor, não procura justificativas para esconder um coração vazio, mas usa o coração vazio para esconder o amor.
Ver mais

segunda-feira, 30 de setembro de 2013

Oração da Missão


Pai Santo,
Tu é rico em misericórdia e o Teu amor não tem limites. De tal modo amaste o mundo, que nos enviaste o Teu Filho, como nosso Salvador.

Dá-nos um coração capaz de amar,
E de ser solidário com os mais necessitados 
Construindo uma só Família de irmãos!

Jesus Cristo,
Tu nasceste da Virgem Maria pelo poder do Espírito Santo. Com a Tua acção e a Tua Palavra anunciaste a Boa -Nova aos pobres, a libertação aos oprimidos e a alegria aos que sofrem.

Dá-nos a coragem de Te seguir
Como nosso Caminho, Verdade e Vida,
Construindo uma Igreja acolhedora.

Espírito Santo,
Tu és fogo que nos congrega na unidade, és a força que nos transforma em apóstolos.

Dá-nos a plenitude dos Teus dons para contigo
Construirmos um Mundo de comunhão, de amor e paz.

Por intercessão de S. José e Santa Teresinha do menino Jesus, nossos padroeiros. Amem.

quinta-feira, 19 de setembro de 2013

Se você soubesse...


Se você soubesse...
Das noites intranquilas que passo,
das infinitas horas a pensar em ti.
Se você soubesse,
da dor que trago em mim
e da lágrima que não posso chorar.
Se você soubesse,
de tudo aquilo que predomina no meu coração
e da tristeza que transforma-se em solidão;
da espera que vivo cada dia, de que voltes a viver no meu coração.
Se você soubesse,
do que agora pretendo escrever,
mas que a hipocrisia me faz esconder,
por medo do que você irá dizer.
se você soubesse...


Padre Daniel Lima

sábado, 3 de agosto de 2013

Hoje, preciso de Deus...


Hoje, preciso ficar quieta e deixar que Deus me ame.
O amor de Deus é a minha força.
O amor de Deus é a minha Protecção.
O amor de Deus é a minha luz em meio a toda a escuridão.
O amor de Deus é a satisfação de toda fome, de toda sede.
O amor de Deus é a minha fonte, o poder que me move.
O amor de Deus, sempre presente, é a única coisa de que necessito.
O amor de Deus é tudo o que desejo e busco hoje.
Pois na presença do Seu amor tudo fica bem na minha vida e na minha alma.
Hoje, preciso ficar quieta e deixar que Deus me ame.
Ao pronunciar estas palavras, ao pensar nestas palavras, elas se transformam na presença do Espírito Santo e se tornam realidade neste dia da minha vida.
Assim é!
E assim seja.

segunda-feira, 15 de julho de 2013

16 de Julho - Dia de Nossa Senhora do Carmo


Oração a Nossa Senhora do Carmo

Bendita Imaculada Virgem Maria, 
beleza e glória do Carmelo, 
vós, que tratais 
com bondade inteiramente especial 
aqueles que se vestem 
com o vosso amantíssimo hábito, 
volvei sobre mim também 
um olhar propício, 
e cobri-me com o manto 
de vossa maternal protecção. 
Por vosso poder, 
fortificai a minha fraqueza, 
por vossa sabedoria 
esclarecei o meu espírito, 
em mim aumentai a fé, 
a esperança e a caridade. 
Ornai a minha alma 
com graças e virtudes 
que a façam cara 
a vosso divino Filho e a vós. 
Assisti-me durante a vida, 
consolai-me na morte 
por vossa amável presença, 
e apresentai-me à augusta Trindade 
como vosso filho e servo dedicado, 
para vos louvar e bendizer eternamente. 
Amen.

sexta-feira, 28 de junho de 2013

Ao Teu Lado Sempre Estarei




Se sentires saudade, lembra
Eu posso te consolar...

Se a tristeza te abater, lembra
Eu posso te alegrar...

Se a dor te pegar, lembra
Eu posso te suavizar...

Se a raiva te invadir o coração, lembra
meu coração está aqui para te aliviar...

Se o desamor te atacar, lembra
Eu tenho amor para te dar...

Se perderes a esperança, lembra
Eu SOU a esperança viva em teu coração...

Se a doença atingir seu corpo, lembra
Eu posso te aliviar e também te curar...

Se perderes a fé, lembra
Eu estou aqui para devolvê-la...

Se sentires solidão, lembra
Eu posso preencher teu coração vazio...

Se o desespero chegar em tua vida, lembra
Eu sou a esperança, a verdade e a vida...

Se o amor encher teu coração, lembra
Eu participo contigo deste amor...

Se alegria colorir tua vida, lembra
Eu estou presente nela também...

Se o dinheiro te faltar, lembra
Eu posso dividir o pão contigo...

Quando nada mais te faltar, lembra
Eu também estarei contigo...

Em cada dor, em cada alegria,
em cada sofrimento, em cada felicidade,  
Eu participo contigo.
Por isto, quero-te dizer agora
Sempre estarei ao teu lado.
Dá-me o nome que quiseres
mas lembre-te
Estarei sempre ao teu lado

Jesus

segunda-feira, 17 de junho de 2013

*O Transbordar do Coração*



O que é o transbordar do coração? É o momento sublime que nossa essência Divina se manifesta e faz-nos sentir dimensões interiores de paz, amor e ternura.. É o fluir do coração... Que consigamos adentrar nessa imensidão que é nosso Coração e sentir a verdadeira e mágica arte de Amar e ser Feliz! 
(Dany Cintra)

É no coração que nasce o amor.
Quando sentimos algo bom que não tem explicação é o coração que está transbordando de amor, nos torna amáveis generosos e fortes para perdoar, a todos, de tudo, e sempre!
A ausência do amor é o medo, parece que somos impotentes perante ele, mas a realidade é justamente oposta, medo, desamor, intolerância se extinguem quando o amor aparece.
O desamor fere o coração, abre ferida, deixa registrado sentimentos ruins, que mais tarde serão transformados em buscas externas para preencher o vazio deixado pela falta de amor.
Quantas vezes o coração é intimamente bloqueado pelo orgulho e pela vaidade…


Amar exige dedicação e humildade 
Ver com o coração é amar incondicionalmente, sem limites, sem condições, sem apegos ou interesses pessoais.
Em nossa vida não há um dia que não apareça a oportunidade de ver com o coração com os que vivem ao nosso lado;  na família, nos relacionamentos, no trabalho, onde quer que estejamos.
Viver esse amor é ir além do que cremos humanamente falando e superar a lógica deste mundo…

Encontraremos resistências tanto em nós como nas pessoas, portanto sejamos pacientes e humildes diante das próprias limitações e das limitações dos outros.
Teremos coragem de amar, sem medo de se arriscar, de ser magoado ou rejeitado?
Aquele que vive com um coração pacificado quando traído ou ferido dará a outra face.
O que pode ser ferido ou traído senão a própria personalidade, sendo que a morada do coração é inatingível!
Tente não reagir que o sentimento impulsivo logo passa…

O amor humano que conhecemos, depende de condições humanas, de julgamentos e discriminações.

O amor divino não tem limites, não tem condições pela vida que temos, por nossos recursos, idade, circunstâncias, nem pelas distâncias…
O princípio desse amor é Irradiar-se e Manifestar-se na doação de si mesmo.

 Independente das circunstâncias à nossa volta e as do mundo, estaremos firmes na força do amor aprendendo a ver com o coração!

Forte abraço!

sexta-feira, 7 de junho de 2013

Dia do Sagrado Coração de Jesus


Sagrado Coração de Jesus é uma devoção praticada pela Igreja Católica que se comemora todas as primeiras Sextas-feiras de cada mês. Consiste na veneração do Coração de Jesus.
A origem desta devoção deve-se a Santa Margarida Maria Alacoque, uma religiosa de uma Congregação conhecida como Ordem da Visitação. A Santa Margarida Maria teve extraordinárias revelações por parte de Jesus Cristo, que a incumbiu pessoalmente de divulgar e propagar no mundo esta piedosa devoção. Foram três as aparições de Jesus: A primeira, deu-se a 27 de Dezembro de 1673, a segunda em 1674 e, a terceira, em 1675.

Jesus deixou doze grandes promessas às pessoas que, aproveitando-se da Sua divina misericórdia, participassem das comunhões reparadoras das primeiras sextas-feiras. Disse Ele, numa dessas ocasiões a Santa Margarida: "Prometo-te, pela Minha excessiva misericórdia e pelo amor todo-poderoso do meu Coração, conceder a todos os que comungarem nas primeiras sextas-feiras de nove meses consecutivos, a graça da penitência final; não morrerão em minha inimizade, nem sem receberem os sacramentos, e Meu Divino Coração lhes será seguro refúgio nessa última hora"

Celebrar o Sagrado Coração é lembrar que Cristo foi verdadeiramente homem e verdadeiramente Deus. E, sendo homem, também teve os mesmos sentimentos que nós temos. Mas com uma diferença: seu coração sempre foi manso e humilde, por isso nunca maltratou ninguém. Sendo Deus, nunca julgou, mas sempre usou de misericórdia, compadeceu-se dos sofredores e humilhados e sempre prestou-lhes ajuda e consolo. E nós, como andam os nossos corações?


No dia seguinte, após a solenidade do Sagrado Coração de Jesus, celebramos a memória do Imaculado Coração de Maria. Não temos como falar do Filho sem falar da Mãe, não podemos celebrar o coração do Filho e não celebrar o coração da Mãe.

Essas duas celebrações estão ligadas mostrando-nos um sinal litúrgico da proximidade desses dois corações: o mistério do coração do Salvador  se projecta   e se reflete no coração da Mãe, que é também companheira e discípula. Se a solenidade do Sagrado Coração de Jesus celebra os mistérios pelos quais fomos salvos, fazer memória do Coração Imaculado é celebrar a participação da mãe na obra salvífica do Filho.

A devoção ao Imaculado Coração de Maria difundiu-se bastante após as aparições em Fátima, onde ela nos pedia a oração e o jejum para que a guerra acabasse.

Durante todo este mês de junho, quando lembramos o Sagrado Coração de Jesus e o Imaculado Coração de Maria, possamos aprender deles o amor, a paciência e a graça de saber perdoar. Pois foi Ele mesmo que nos mandou amar uns aos outros como Ele amou.
.
As doze promessas do Sagrado Coração de Jesus
.

1- Darei às almas dedicadas ao meu Coração todas as graças necessárias ao seu estado.
2- Farei reinar a paz em suas famílias.
3- Eu as consolarei em suas penas.
4- Serei seu refúgio seguro durante a vida e sobretudo na hora da morte.
5- Derramarei copiosas bênçãos sobre todas as suas empresas.
6- Os pecadores acharão em Meu Coração a fonte e o oceano infinito da misericórdia.
7- As almas tíbias se tornarão fervorosas.
8- As almas fervorosas elevar-se-ão rapidamente a uma grande perfeição.
9- Abençoarei as casas em que se achar exposta e for venerada a imagem do Meu Coração.
10- Darei aos sacerdotes o dom de tocar os corações mais endurecidos.
11- As pessoas que propagarem esta devoção terão seus nomes escritos indelevelmente no Meu Coração.
12- O amor todo-poderoso do Meu Coração conce.derá a todos os que, por nove meses seguidos, confessarem-se e comungarem na primeira sexta-feira, a graça da perseverança final."
.
.
Este sagrado Coração é a imagem do amor de Jesus por cada um de nós. É a expressão daquilo que São Paulo disse:
Eu vivi na fé do Filho de Deus, que me amou e se entregou a si mesmo por mim (Gl 2,20). É o convite a que cada um de nós retribua a Jesus este amor, vivendo segundo a Sua vontade e trabalhando com a Igreja pela salvação das almas
.


Meno Rodrigues


terça-feira, 4 de junho de 2013

Preciso de Ti!


Estou cansada de coisas momentâneas de sorrisos momentâneos, de felicidade momentânea... Eu quero algo que seja eterno assim como o Teu amor por mim, quero te sentir todo dia. Sei que estou sendo falha as algumas coisas, sei que não tenho te agradado muito, mas eu quero só te agradecer pelas pessoas que tem posto em meu caminho para me ajuda, sei que esta comigo 24 horas por dia, mais o fogo que ardia em mim já não é mais o mesmo o fogo ta se esfriando a minha luz já esta fraca, às vezes eu tento da o meu melhor para Ti, mas ai eu olho para dentro de mim e vejo que não sou digna do Teu amor.
Preciso que o Teu amor acenda a chama em mim outra vez, eu quero te sentir todo dia, quero acorda pela manha e te da um lindo abraço de bom dia como forma de agradecimento pelo dia anterior. As circunstâncias da vida estão querendo me afastar de Ti, o meu barco esta quase virando a favor do vento por mais que eu lute contra isso, não consigo esconder que não te sinto como antes preciso de ajuda me da de volta o ar para mim respirar, me traz de volta a vida a vontade de viver para Ti a vontade de negar o mundo e viver só para o Teu louvor, traz de volta os sorrisos que nunca acabam a felicidade que não se vai!
[...]

Preciso de Ti
Preciso do Teu perdão
Preciso de Ti
Quebranta meu coração
Como a corça anseia por águas assim tenho sede
Como terra seca assim é a minh'alma
Preciso de Ti
Distante de Ti Senhor não posso viver
Não vale a pena existir
Escuta o meu clamor
Mais que o ar que eu respiro
Preciso de Ti
Distante de Ti Senhor não posso viver
Não vale a pena existir
Escuta o meu clamor
Mais que o ar que eu respiro
Preciso de Ti
Não posso esquecer
O que Fizeste por mim (Fizeste por mim)
Como alto é o céu
Tua misericórdia é sem fim
Como um pai se compadece dos filhos assim Tu me amas (Me amas)
Afasta as minhas transgressões
Preciso de Ti (Senhor) [...]


quinta-feira, 16 de maio de 2013

Como encontrar Deus...




"Como encontrar Deus

Um dia me perguntaram se eu acreditava em Deus.
Eu então lhes respondi da maneira como eu pensava.
Entre a lua e as estrelas num galope, num tropel,
Pisando nas nuvens brancas eu vi Deus passar no Céu.

Como encontrar Deus 

No sorriso da criança, no canto dos passarinhos,
No olhar, na esperança...

Como encontrar Deus 

Na harmonia das cores,
 na natureza esquecida,
Na fresca aragem da brisa, na própria essência da vida...

Como encontrar Deus 

No regato cristalino, pequeno servo do mar,
Nas ondas lavando as praias, na clara luz do luar...

Como encontrar Deus 

Na escuridão do infinito, todo ponteado de estrelas,
Na amplidão do universo, no simples prazer de vê-las...

Como encontrar Deus 

Nos segredos desta vida, no germinar da semente,
Nos movimentos da Terra, que gira incessantemente...

Como encontrar Deus 

No orvalho sobre a relva, na natureza que encanta,
No cheiro que vem da terra, e no sol que se levanta...

Como encontrar Deus 

Nas flores que desabrocham perfumando a atmosfera,
Nas folhas novas que brotam anunciando a primavera...

Será que você não viu ainda o rosto de Deus
No colorido mais belo dos olhos dos filhos seus?

Deus é constante e perene, é Divino, de tal sorte
Que sendo a essência da vida é o descanso na morte...

Não há vida sem a volta e não há volta sem vida.
A morte não é a morte, é só a porta da vida...

Como encontrar Deus 

No ciclo da natureza, neste ir e vir constante,
No broto que se renova, na vida que segue adiante,
Em quem semeia bondade, em quem ajuda o irmão
Colhendo felicidade, cumprindo a sua missão...

Como encontrar Deus 

No suor de quem trabalha, no calo duro das mãos,
No homem que planta o trigo, no trigo que faz o pão,

Você pode sentir Deus dentro do seu coração..."

quinta-feira, 18 de abril de 2013

Jesus...


O objectivo de todos nós que acreditamos no Cristo ressuscitado, é de encarnar, viver, respirar esta proposta de S. Paulo: "Já não é Cristo que vive em mim, sou eu que vivo em Cristo!" Esta é a frase que turba a minha fé no sentido que tudoque possuo, tudo o que vivo não chega ainda para afirmar esta grande graça...
Aquilo a que eu sou chamado, e não intermitentemente, não é um chamamento isolado, é um chamamento contínuo, pertinente e inquietante, faz-me pensar nesta pequenez que sou e que por vezes parece tão grande como o Mundo... Não!
Ainda não sou, ainda não conheço quem é Jesus na realidade pois não o vivo intensamente, totalmente, incondicionalmente nas palavras, nos gestos e nos pensamentos.


Padre Daniel Lima

segunda-feira, 8 de abril de 2013

Quando...




“Filho meu ! 

QUANDO, nas horas de íntimo desgosto, o desalento te invadir a alma e as lágrimas te aflorarem aos olhos, busca-me: eu sou aquele que sabe sufocar-te o pranto e estancar-te as lágrimas; 

QUANDO te julgares incompreendido dos que te circundam e vires que, em torno, a indiferença recrudesce, acerca-te de mim: eu sou a LUZ, sob cujos raios se aclaram a pureza de tuas intenções e a nobreza de teus sentimentos; 

QUANDO se te extinguir o ânimo para arrostares as vicissitudes da vida e te achares na iminência de desfalecer, chama-me: eu sou a FORÇA capaz de remover-te as pedras dos caminhos e sobrepor-te às adversidades do mundo; 

QUANDO, inclementes, te açoitarem os vendavais da sorte e já não souberes onde reclinar a cabeça, corre para junto de mim: eu sou o REFÚGIO, em cujo seio encontrarás guarida para o teu corpo e tranquilidade para o teu espírito; 

QUANDO te faltar a calma, nos momentos de maior aflição, e te considerares incapaz de conservar a serenidade de espírito, invoca-me: eu sou a PACIÊNCIA, que te faz vencer os transes mais dolorosos e triunfar das situações mais difíceis; 

QUANDO te debateres nos paroxismos da dor e tiveres a alma ulcerada pelos abrolhos dos caminhos, grita por mim: eu sou o BÁLSAMO que te cicatriza as chagas e te minoram os padecimentos; 

QUANDO o mundo te iludir com suas promessas falazes e perceberes que já ninguém pode inspirar-te confiança, vem a mim: eu sou a SINCERIDADE, que sabe corresponder à franqueza de tuas atitudes e à nobreza de teus ideais; 

QUANDO a tristeza e a melancolia te povoarem o coração e tudo te causar aborrecimento, clama por mim: eu sou a ALEGRIA, que te insufla um alento novo e te faz conhecer os encantos de teu mundo interior; 

QUANDO, um a um, te fenecerem os ideais mais belos e te sentires no auge do desespero, apela para mim: eu sou a ESPERANÇA, que te robustece a fé e te acalenta os sonhos; 

QUANDO a impiedade recusar-se a relevar-te as faltas e experimentares a dureza do coração humano, procura-me: eu sou o PERDÃO, que te levanta o ânimo e promove a reabilitação de teu espírito; 

QUANDO duvidares de tudo, até de tuas próprias convicções, e o cepticismo te avassalar a alma, recorre a mim: eu sou a CRENÇA, que te inunda de luz o entendimento e te habilita para a conquista da Felicidade; 

QUANDO já não provares a sublimidade de uma afeição terna e sincera e te desiludires do sentimento de teu semelhante, aproxima-te de mim: eu sou a RENÚNCIA, que te ensina a olvidar a ingratidão dos homens e a esquecer a incompreensão do mundo; 

E QUANDO, enfim, quiseres saber quem sou, pergunta ao riacho que murmura e ao pássaro que canta, à flor que desabrocha e à estrela que cintila, ao moço que espera e ao velho que recorda. Eu sou a dinâmica da vida, e a harmonia da Natureza: chamo-me AMOR, o remédio para todos os males que te atormentam o espírito. 

Estende-me, pois, a tua mão, ó alma filha de minh’alma, que eu te conduzirei, numa sequência de êxtases e deslumbramentos, às serenas mansões do Infinito, sob a luz brilhante da Eternidade. “

quinta-feira, 28 de março de 2013

Significado espiritual do lava-pés.



        O gesto do lava- pés transforma as relações de domínio em relações de serviço, supera as rupturas e divisões criando relações de aliança, invertendo o comportamento egoísta em atitude altruísta. Jesus fez de sua vida um grande lava-pés. Seu jeito de amar e respeitar as pessoas, de ser irmão e servidor, de doar-se aos outros, de entregar sua vida pela salvação do mundo, é um lava-pés existencial.
         Pelo lava-pés os inimigos se tornam amigos e o outro é respeitado como irmão, amigo e companheiro. Ninguém é espezinhado, pelo contrário, é colocado de pé caso tenha caído. Estar aos pés de quem caiu, fracassou, faliu é um verdadeiro lava-pés. Isso tudo cura os pés feridos.
         Encurtar distância, vencer diferenças, superar divisões, socorrer as vítimas da injustiça é lavar os pés dos outros, até que ninguém mais seja chutado, pisoteado pelo abuso do poder, pela vingança, pelo orgulho. Tem os pés sujos que alimenta ódio, raiva, crueldade. O lava-pés nos faz peregrinos na direção do irmão e dá a coragem para o diálogo, o perdão, a reconciliação. Cai a discriminação, o racismo, a exclusão, a mentalidade de privilégios, de classe e de superioridade.
         Lava-pés é acolhimento, hospitalidade, aceitação dos outros, voluntariado, altruísmo, solidariedade.
 É optar pela misericórdia, pela compaixão, pela comunhão. Num ambiente de discórdia, divisão, brigas, indiferença pelos pobres, não se deve celebrar a eucaristia. Na lógica do lava-pés o outro é o centro e digno de ternura, respeito, consideração. Jesus inclinando-se para lavar os pés explicou de forma inequivocável o sentido da Eucaristia. O amor fraterno é a prova da autenticidade das nossas celebrações eucarísticas.
         O lava-pés é o poder da ternura. Violência é fraqueza e derrota. Ou vivemos todos como irmãos, ou morreremos todos como loucos. Quem se inclina para lavar os pés eleva-se diante de Deus. É superada a relação senhor - escravo, pela relação de igualdade e aliança. Lava-pés é despir-se do poder e revestir-se de humildade, desamarrar as sandálias para dar alívio aos sofredores.
         Lava-pés é ir ao outro, ao povo, ao pobre, ser companheiro de viagem. Os pés fazem a gente enxergar melhor, lá onde estão nossos pés, nossos olhos se abrem. Na escola do lava-pés superamos as atitudes de pretensão, competição, arbítrio, inveja, difamação e nos tornamos samaritanos querendo o bem dos outros, sofrendo a dor deles, carregando seus fardos, defendendo seus interesses.
         Lava-pés é libertação do narcisismo, da arrogância, da presunção, das gratificações e aparências. Acontece assim o esvaziamento de nós mesmos e a elevação dos outros. Saberemos exultar de alegria pelo sucesso alheio e jamais prejudicaremos a alguém. Seremos pessoas de tolerância.
         Lava-pés não é uma cerimônia nem uma encenação. É um jeito de viver, um estilo de vida, uma lógica do amor. Lava-pés é descer dos nossos pedestais, colocar-se na situação dos outros, tratá-los como nossos melhores amigos. A espiritualidade do lava-pés hoje se chama solidariedade, compaixão e comunhão, cujo alicerce é a humildade e espírito de fraternidade. Em outras palavras, atender bem o telefone, abrir a porta da casa, ser gentil no transito, estar do lado dos pobres etc, são verdadeiros lava-pés. Uma Igreja “casa dos pobres e escola de comunhão”, é Igreja do lava-pés. Na cultura contemporânea é mais fácil dar ponta pés que lavá-los. Todo o interesse pela vida no Planeta, é sem dúvida um moderno lava-pés.

Dom Orlando Brandes Arcebispo de Londrina

quinta-feira, 21 de março de 2013

O nosso 7º Aniversário



Este mês, a nossa Oficina de Oração Água Viva completa 7 anos, e louvamos a Deus por todas as graças recebidas  em todos estes anos.

Muitas maravilhas aconteceram e continuam a acontecer, muitas vidas foram transformadas. Quantos milagres! Quantas curas! Deus realmente tem amado este grupo.
Louvamos a Deus por todos os participantes deste Grupo em especial ao nosso querido Padre Daniel. Todos os que deram uma imensa parcela de contribuição e hoje não estão mais aqui. Aquelas que vieram muitas vezes, aqueles que vieram poucas vezes. Aqueles que perseveraram e continuam a caminhar connosco, enfim... todos, que de uma forma ou de outra se fizeram presentes.

Com certeza, formamos uma linda família em Cristo Jesus, sendo conduzida pelo Espírito Santo e tendo como fonte inspiradora; Nossa Senhora.

A festa acontecerá como sempre, na primeira quarta-feira do mês de Abril, e será um momento muito especial. Ficaremos felizes pela participação maciça do Grupo.
Que Deus nos abençoe!!

terça-feira, 19 de março de 2013

Padre Daniel, Parabéns pelo seu 15º Aniversário de Sacerdote



"Seduziste-me, Senhor, e eu deixei-me seduzir" (Jer 20,7).

Amigo, Padre Daniel
Hoje louvamos e agradecemos a Deus pelo dom de sua vida, de quem a providência divina se serviu a fim de nos permitir estar aqui para agradecer mais um ano de sua ordenação sacerdotal.
Na vida há acontecimentos e datas que não podemos esquecer e no que diz respeito à sua vocação, muito mais se torna importante fazer memória, principalmente como atitudes de acção de graças pelo dom recebido.
A nossa Associação é abençoada pela sua presença e pelo seu trabalho, sua sabedoria, e também pelos seus conselhos que sempre nos direccionaram para um caminho santo.
Padre Daniel, festejar mais um ano de sacerdócio é ter a chance de fazer novos amigos, ensinar novas lições dando cada vez mais amparo aos que buscam em si. É também amadurecer mais e olhar a sua missão de lançar as redes como uma dádiva de Deus.
Hoje compreendemos um pouco a vocação para o sacerdócio como sendo um dom divino, para o qual é preciso abrir mão de muitas coisas essenciais na vida, como a família, o conforto, os amigos... Um verdadeiro despojar-se de si mesmo para que no fim, se obtenha o tudo ofertado pelas mãos de Deus. É ser grato, estar disposto, é ser forte, destemido mesmo que o coração esteja partido pela dor, é ser rima, é ser verso, é ser Deus no universo.
Dia 19 de Março, é um dia abençoado para todos nós e principalmente para Deus, pois Ele recebeu há 15 anos o seu SIM. Por tudo isso Padre Daniel, agradecemos pelo seu contínuo zelo, dedicação e principalmente por ser este fiel amigo e pai espiritual que conduz amorosamente os nossos passos em direcção a Deus.
Pedimos a bênção de Deus e que nossa Mãe Maria Santíssima o cubra e proteja com seu Manto Celeste, e estando a frente de todas as dificuldades e obstáculos que se puserem no seu caminho.
Parabéns Padre Daniel! Amamo-lo  muito!
Estes são os sinceros votos de todos os seus: Amigos

( Oficina de Oração Água Viva ) 

quinta-feira, 14 de março de 2013

Perfil do Papa Francisco




“Jesus nos ensina o outro caminho: sair para dar testemunho, sair para cuidar do próximo, sair para repartir, sair para perguntar”.
Jorge Mario Bergoglio, o Papa Francisco, nasceu em 17 de novembro de 1936, em Buenos Aires, na Argentina e é agora o primeiro Papa Jesuíta.
Bergoglio estudou química, mas decidiu ser sacerdote e entrou para o seminário de “Villa Devoto”. Em 11 de março de 1958, passou para o noviciado da Companhia de Jesus.

Estudou sobre a humanidade no Chile e, em 1960, voltou para Buenos Aires, onde fez licenciatura em Filosofia no colégio “Maximo San José”, na cidade de “San Miguel”. Estudou Filosofia e Teologia, tornando-se, mais tarde, professor teológico. Considerado entre muitos como um líder nato, não demorou para que a Sociedade dos Jesuítas o promovesse como provincial da Argentina.
Bergoglio foi ordenado sacerdote em 13 de dezembro de 1969; em 20 de maio de 1992, João Paulo II nomeou-o Bispo Titular de Auca e Auxiliar de Buenos Aires. Em junho desse mesmo ano, recebeu, na Catedral Primada, a ordenação episcopal. Foi promovido a Arcebispo Coadjutor de Buenos Aires em 3 de junho de 1997.
O atual Pontífice de Roma foi criado cardeal presbítero, em 21 de fevereiro de 2001, e recebeu a barrete vermelha e o título de São Roberto Belarmino. Como purpurado, Bergoglio tornou-se conhecido pela humildade pessoal, pelo conservadorismo doutrinário e pelo compromisso com a justiça social. Um estilo de vida simples contribuiu para sua reputação de humildade. Ele morava em um pequeno apartamento, em vez de residir na residência do bispo de palaciana. Agora como Papa, Francisco residirá no Vaticano.
O Novo Papa é um dos cinco filhos de um casamento italiano de classe média, formado por Mário, um trabalhador ferroviário, e Regina Sívori, uma dona de casa.
É autor de várias obras, entre as quais “Reflexões sobre a vida apostólica”, de 1986; “Meditações para Religiosos”, de 1982, e “Reflexões de Esperança”, de 1992. É membro da Congregação para o Culto Divino e para a Disciplina dos Sacramentos, bem como do Conselho Pontifício para a Família.
É apaixonado leitor de Dostoievski, Borges e autores clássicos. Gosta de tango e é aficionado por futebol.
Em contra-partida, é contra o casamento homossexual e o aborto. Durante a discussão do projeto que legalizou, na Argentina, o casamento entre pessoas do mesmo sexo, o agora Papa Francisco enviou uma carta de repúdio dirigida aos quatro monastérios de Buenos Aires, na qual dizia: “Não sejamos ingênuos. Não se trata de uma simples luta política; é a pretensão destrutiva ao plano de Deus”.
“Jesus nos ensina o outro caminho: sair para dar testemunho, sair para cuidar do próximo, sair para repartir, sair para perguntar”, disse Bergoglio, ainda cardeal, comparando o conceito do catolicismo com os fariseus do tempo de Jesus.
Fonte: http://papa.cancaonova.com/perfil-do-papa-francisco/ 

quarta-feira, 13 de março de 2013

Quaresma


Nem sempre é assim tão fácil ouvir e cumprir as palavras da sagrada escritura... No livro sagrado, Jesus vai afirmar: " Quem quiser seguir-Me, renuncie-se a si mesmo... depois venha e siga-me". É de facto, uma afirmação dura, severa e carregada dum convite pessoal e intransferível. Esta frase ressoou no meu coração estes dias de retiro, de reflexão, tendo como ponto de partida a afirmação feita numa pregação ouvida: o coração dum religioso não pode estar dividido. Não sei se a frase era para mim, mas aquilo encontrou eco e comecei a pensar, qual a percentagem do meu coração que pertence a Deus? renunciar a mim mesmo, é deixar de viver... é deixar de ser, de estar... é viver completamente o abandono e a confiança; é a vivência da afirmação Paulina: já não sou eu que vivo, Cristo vive em mim.
Talvez seja esse o convite que a liturgia nas faça neste tempo de quaresma: renuncia a ti mesmo.

Padre Daniel

sexta-feira, 8 de março de 2013

Dia Internacional da Mulher



8 de Março  dia internacional da mulher, dia de reflexão, de elevar os pensamentos numa oração às mulheres




Obrigado Senhor
por teres criado no mundo a mulher
E por tê-la enriquecido com preciosos dons:
o carinho, a sensibilidade, a beleza,
a ternura, a dedicação e o amor.
Deste ao homem a graça de encontrar
na mulher: uma amiga, irmã,
companheira, esposa e mãe.
Nela se processa o mistério da vida,
sendo capaz de gerar,
de trazer à luz filhos e filhas.
Sem sua presença no mundo,
o amor estaria fadado à extinção.
E o mundo ficaria pobre e sem sentido.
Perdoa-nos, Senhor,
por nem sempre sabermos reconhecer
o verdadeiro valor da mulher,
por muitas vezes a considerarmos objectos,
sexo frágil e força de trabalho doméstico.
Que também a mulher reconheça seu valor,
sua dignidade e sua missão no mundo.
Que ela não aceite ser instrumentalizada
nem banalizada no seu corpo e nos seus
sentimentos.
Que no corpo e na alma de cada mulher,
possamos continuar encontrando os sinais
de MÃE que nela plantaste,

Amem.
( Frei Zeca)

quarta-feira, 6 de março de 2013

Nem tudo é fácil

É difícil fazer alguém feliz, assim como é fácil fazer triste.
É difícil dizer eu te amo, assim como é fácil não dizer nada
"É difícil valorizar um amor, assim como é fácil perdê-lo para sempre.
É difícil agradecer pelo dia de hoje, assim como é fácil viver mais um dia.
É difícil enxergar o que a vida traz de bom, assim como é fácil fechar os olhos e atravessar a rua.
É difícil se convencer de que se é feliz, assim como é fácil achar que sempre falta algo.
É difícil fazer alguém sorrir, assim como é fácil fazer chorar.
É difícil colocar-se no lugar de alguém, assim como é fácil olhar para o próprio umbigo.
Se você errou, peça desculpas…
É difícil pedir perdão? Mas quem disse que é fácil ser perdoado?
Se alguém errou com você, perdoa-o…
É difícil perdoar? Mas quem disse que é fácil se arrepender?
Se você sente algo, diga…
É difícil se abrir? Mas quem disse que é fácil encontrar
alguém que queira escutar?
Se alguém reclama de você, ouça…
É difícil ouvir certas coisas? Mas quem disse que é fácil ouvir você?
Se alguém te ama, ame-o…
É difícil entregar-se? Mas quem disse que é fácil ser feliz?
Nem tudo é fácil na vida. Mas, com certeza, nada é impossível…
Precisamos acreditar, ter fé e lutar para que não apenas sonhemos, mas também tornemos todos esses desejos, Realidade!"

Cecilia Meireles

quarta-feira, 27 de fevereiro de 2013

Mensagem de Padre Daniel Lima

Queridos leitores,

Desde que retomamos as nossas atividades de 2013, esta é a primeira vez que tenho a oportunidade de vos dirigir uma palavra. Gostaria de usar este espaço para vos dizer em viva voz, quão grandes têm sido as graças de Deus em meu favor. Claro que em momentos de desespero a gente duvida, a gente sente vontade de desistir ou mudar de caminho... Em momentos de dor, deixamos de ver o caminho e até duvidamos do nosso ideal. Não duvidem, isso também acontece comigo. Há momentos, e não são poucos, que me encontro cego e surdo. Há momentos que não ouço Deus e nem vejo sua presença que caminha comigo, me carregando ao colo, como diz a canção a que todos bem conhecemos: " filho, estes passos são meus, ouça o que vou te dizer, em teus momentos de angustia eu carregava você." Sabe irmão, é importante que o nosso coração nunca duvide dessa presença. A duvida é filha predilecta de Satanás. É através da duvida que ele mina nossos sentimentos, nossa coragem, nossa fé, nosso amor. É através da duvida que ele enfraquece nossos passos... 
Se posso te pedir, eu peço: CREIA.

Quero partilhar o quanto Deus tem restaurado a minha vida. Esta minha estadia no Brasil, depois de mais de 10 anos vivendo em terras lusas, são momentos privilegiados para a ação de Deus. É um tempo de deserto, oração e aperfeiçoamento vocacional e espiritual. Deus me trouxe aqui... Neste momentos, surgem lágrimas, lembranças; surgem na memoria cada momento passado ao vosso lado e que o tempo não poderá apagar. Momentos que ficarão gravados na memória e no coração. Sou muito grato a todos e a cada um de vocês. Continuamos unidos. Há algo que nos mantém juntos, apesar de distantes...
Sei o quanto vocês se têm esforçado para manter viva a CASA VIDAS. O que aumenta ainda mais o meu orgulho por vós. Lembrem-se que a casa vidas é um projeto de todos, um projeto nosso e, para manter vivo vivo este projeto, sabeis que podereis sempre contar comigo. A casa vidas, é um projeto maravilhoso, é um sonho de Deus em meio a este mundo tão desumano e carente. É a mão de Deus que age através de nós, que cura pela nossa intercessão, que alimento pela nossa doação, que acolhe pela nossa simpatia e amizade. A casa vidas é Deus que silenciosamente usa de nós para agir no mundo.
Sei que os grupos de oração continuam firmes. Sei que vocês têm acompanhado cada passo do novo animador, o Carlos. É um ótimo sinal... Confirma que estes anos que passamos juntos não foram em vão de tudo, como alguns pensavam.

Bom, continuo por cá, em terras de santa cruz. Também aqui há necessitados da palavra. Estou ajudando na Paroquia do Divino Salvador. Isso vos lembra alguma coisa? Foi Ele que me acolheu quando cheguei a Portugal É Ele que me acolhe agora que estou no Brasil. Para quem crer, nada é coincidência; tudo é providencia.
Fico por aqui.
Espero vos encontrar em breve.
Sempre vosso,

Pe. Daniel Lima

sexta-feira, 22 de fevereiro de 2013

É preciso deixar Deus falar...


Passam as horas... 
Passam os dias...
Passa o tempo e Deus continua ali, à espera do meu retorno ou à espera do meu amor... É impressionante esse nosso Deus!
Ele sempre nos surpreende pela positiva: esconde-Se num pedaço de pão; num cálice de vinho - é o seu Sangue derramado por mim... Quando penso que é toda a expressão do Seu amor, Ele rebaixa-Se ainda mais e espera pelo meu amor.
É surpreendente este Deus!
Deixa-Se manipular por mim, limita-Se (Ele que não tem começo e nem fim) ao meu amor, permitindo que o meu coração encha-se d'Ele e com Ele.
Quando penso que é o meu fim, Ele me diz: "meu filho, não temas."
Quando o peso do dia me põe para baixo, Ele repete ao meu ouvido: "dá-me o teu fardo, eu te aliviarei."
Deus vai constantemente, dando sinais da Sua grandeza, ainda que os meus olhos não consigam perceber as Suas pegadas no meu jardim ou o Seu sinal em meu altar...
Deus, que antes parecia andar escondido, deixou marcas profundas no meu coração.
É preciso deixar Deus falar...

Com afecto,
Padre Daniel